terça-feira, 24 de abril de 2018

Primeiro transplante de pênis e escroto no mundo


Médicos da Universidade Johns Hopkins (JHU, na sigla em inglês) anunciaram nesta segunda-feira (23) a conclusão do primeiro transplante total de pênis e escroto em um militar que foi ferido no Afeganistão.

A cirurgia de 14 horas de duração foi feita em 26 de março por uma equipe de nove cirurgiões plásticos e dois cirurgiões urologistas, anunciou a JHU em nota.

"Estamos otimistas que esse transplante vai ajudar a restabelecer as funções urinária e sexual próximo do normal para este jovem homem", disse W.P. Andrew Lee, professor e diretor de cirurgia plástica e reconstrutiva na Escola de Medicina da JHU.

Segundo os médicos, o rapaz deverá voltar a urinar pelo pênis nas próximas semanas e, por fim, deverá recuperar sensibilidade o suficiente para ter ereção.

Mas a extensão de sua função sexual só será conhecida em cerca de seis meses. O paciente foi gravemente ferido há alguns anos na explosão de um artefato artesanal no Afeganistão, explicou Lee.





Todo o pênis, o escroto sem os testículos e parte da parede abdominal vieram de um doador falecido.

O militar pediu anonimato, mas divulgou uma curta nota, dizendo que espera deixar o hospital na semana que vem.

"É um ferimento realmente incompreensível, não é fácil de aceitá-lo", disse. "Quando acordei, finalmente me senti mais normal", completou.

O paciente consegue se levantar e dar alguns passos e deve ter alta do hospital esta semana.

Transplantes penianos já haviam sido feitos, mas a soma do escroto representa um avanço adicional para a medicina.

Embora também tenha perdido os testículos na explosão, os médicos não os restauraram no transplante.

"Os testículos não foram transplantados porque nós tomamos uma decisão no início do programa de não transplantar tecido que produza esperma porque isto traria uma série de questões éticas", explicou o cirurgião plástico da JHU, Damon Cooney.

"Em particular, a capacidade do receptor do transplante em ter filhos resultaria na transmissão do material genético do doador do tecido transplantado à descendência do receptor", prosseguiu Cooney.

Embora tenha preservado a próstata na explosão, como perdeu os testículos, ele não conseguirá ejacular.

O primeiro transplante de pênis do mundo foi feito na China, mas precisou ser removido posteriormente devido "a um severo problema psicológico no receptor e em sua esposa", explicaram os médicos.

Ainda segundo eles, apenas quatro transplantes penianos foram realizados com sucesso, inclusive o anunciado nesta segunda.

Dois foram feitos na África do Sul, país onde foi realizada a primeira cirurgia bem sucedida, em 2015. Os Estados Unidos fizeram o primeiro transplante peniano exitoso em 2016.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Cientistas deram mais um passo para criar uma pílula masculina, sugere uma nova pesquisa


O autor principal, Dr. Michael O'Rand, da Universidade da Carolina do Norte, disse: "Simplificando, o composto desliga a capacidade do espermatozóide de nadar, limitando significativamente as capacidades de fertilização".

Trinta horas depois de infundir macacos machos com um composto conhecido como EP055, seus espermatozóides foram incapazes de se mover, segundo um estudo.

Nenhum dos macacos sofreu efeitos colaterais, que acredita-se que o EP055 não tenha efeito sobre os hormônios masculinos, de acordo com os pesquisadores.

A maioria das pílulas anticoncepcionais femininas contém uma mistura dos hormônios estrogênio e progesterona, que podem causar ganho de peso, humor instável e náusea.

Além disso, todos os espermatozóides dos macacos estavam se movendo normalmente dentro de três semanas, sugerindo que o tratamento é reversível, acrescenta a pesquisa.

Atualmente, a contracepção masculina é amplamente limitada a preservativos, que podem falhar até 18% do tempo se usados ​​incorretamente, ou vasectomias, que são caras e difíceis de reverter.


Recuperação completa após 18 dias

EP055 liga-se à proteína EPPIN, que está presente na superfície do espermatozóide.

Dentro de seis horas após a infusão, a mobilidade dos espermatozóides dos macacos foi reduzida em cerca de 20%.

Falando dos resultados, a autora do estudo Dra. Mary Zelinski acrescentou: 'Aos 18 dias pós-infusão, todos os macacos mostraram sinais de recuperação completa, sugerindo que o composto EP055 é realmente reversível.'

A mobilidade dos espermatozóides começou a melhorar após cerca de três dias.

Os pesquisadores acrescentam que não está claro quando a contracepção pode estar disponível para uso humano.

Eles estão testando EP055 em forma de pílula e planejam investigar sua eficácia na prevenção da gravidez em um estudo com animais.


Como a pesquisa foi realizada

Os cientistas infundiram quatro macacos machos com uma dose de 75-80 mg / kg de EP055.

Após um período de recuperação, eles administraram uma dose de 125-130mg / kg.

Os resultados foram publicados na revista PLOS ONE.


quarta-feira, 18 de abril de 2018

Anvisa proíbe dois medicamentos contra impotência e depressão

© Fornecido por Catraca Livre
A Anvisa proibiu a comercialização de dois medicamentos --Viagra Master e Lavita Caps-- que alegavam ter propriedades terapêuticas. Ambos eram vendidos na internet sem registro.

A propaganda do Viagra Master atribuía ao produto propriedades como: "auxilia na prevenção e combate da impotência", "aumenta o desejo sexual", "aumento de fertilidade".

O Lavita Caps, que também era comercializado na internet, não tinha autorização para fazer qualquer alegação terapêutica. No entanto, a publicidade declarava que o produto “previne doenças cardíacas", "melhora a memória e a capacidade de aprendizagem", "combate a depressão, stress, enxaqueca e ansiedade".

Segundo o site da Anvisa, “os produtos foram proibidos e não podem ser fabricados, distribuídos ou comercializados em todo o território nacional. Todas as propagandas que atribuam propriedades terapêuticas de saúde ou funcionais aos produtos Viagra Master ou Lavita Caps estão suspensas”.

Também foi publicada a interdição da empresa Bio Bonté Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda. Com a decisão fica suspensa a fabricação, comercialização e uso dos produtos fabricados pela empresa.